top of page
Buscar
  • Foto do escritorOverseas Trading

Quais regras é preciso seguir na importação?

Quais são as principais regras de importação que uma empresa precisa seguir para operar no mercado internacional?


Conhecer as regras de importação é fundamental para evitar problemas nas transações e no despacho aduaneiro na alfândega brasileira.


Na prática, conhecer as regras de importação é um fator essencial para empresas que desejam obter sucesso nas operações de importação.


Nesse conteúdo, separamos as principais regras que a sua empresa precisa conhecer antes de importar, confira!


1.Habilitação no Radar Siscomex

A grande maioria das operações de importação necessitam de registo prévio no Radar Siscomex.


O Radar Siscomex é um sistema utilizado pela Receita Federal e por importadores para emissão de documentos, acompanhamento e controle das importações.



2.Impostos na importação

Conhecer os impostos incidentes nas operações de importação é outro fator muito importante para ter sucesso no mercado e calcular os custos das operações.


Basicamente, temos 5 impostos que incidem nas operações de importação:


  • II – Imposto de Importação;

  • IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados;

  • PIS – Programa de Integração Social;

  • COFINS – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social;

  • ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços.


3.Modalidades de pagamento na importação

Os pagamentos nas operações de importação envolvem a conversão de moedas e o envio de remessas internacionais, características que diferenciam os pagamentos internacionais daqueles realizados internamente no Brasil.


Dentre as principais modalidades de pagamento na importação, podemos destacar:


  • Pagamento Antecipado;

  • Cobrança Documentária;

  • Carta de Crédito;



4.Documentos de importação

As operações de importação envolvem uma série de documentos, muitos deles exigidos pela fiscalização aduaneira e outros para segurança das transações.


Dentre os principais documentos em operações de importação, podemos destacar:


Certificado de origem

  • Conhecimento de embarque

  • Declaração de Importação

  • Fatura Comercial

  • Fatura Proforma

  • Licenciamento de Importação

  • Packing List ou Romaneio de Carga

  • Confira mais sobre os documentos de importação, clicando aqui.


5.Classificação de mercadorias na importação


Outro aspecto muito importante nas operações de importação está relacionado à correta classificação das mercadorias.


Nas operações de importação, as mercadorias precisam ser classificadas corretamente com base na Nomenclatura Comum do Mercosul, também conhecida como NCM.


O NCM é um código de oito dígitos utilizado como critério para classificação dos produtos em diversos países.


A escolha do NCM incorreto pode resultar na tributação incorreta de produtos e em custos adicionais nas operações de importação.


Para saber mais sobre a classificação de mercadorias na importação, conte com o apoio de profissionais especializados, conte conosco! E siga corretamente as regras de importação!


Conhecer e seguir todas as regras de importação garantirá o sucesso das operações da sua empresa no comércio exterior.


A Overseas disponibiliza a sua experiência em comércio internacional para as empresas, realizando todo o planejamento logístico, tributário e fiscal necessário nas transações comerciais, cambiais e financeiras, deixando o cliente focado em sua atividade-fim.


São mais de 23 anos de experiência em importação nos mais diferentes segmentos com grandes resultados e a satisfação dos nossos clientes.


Para saber mais, conhecer os nossos serviços e retirar suas dúvidas, entre em contato conosco!


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page